Médicos recomendam natureza como estratégia para restaurar os prejuízos da pandemia

Médicos recomendam natureza como estratégia para restaurar os prejuízos da pandemia

20/10/2021 528 0

Lançado neste mês de outubro/2021, a nota de alerta “O papel da natureza na recuperação da saúde e bem-estar das crianças e adolescentes durante e após a pandemia de covid-19, elaborada pelo Grupo de Trabalho em Saúde e Natureza da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP), destaca os benefícios que o contato com a natureza propicia e como pode ajudar a amenizar os impactos da pandemia.

Pesquisadores em todo o mundo ainda avaliam os prejuízos emocionais, físicos e cognitivos do longo tempo de isolamento e do estresse enfrentado pelas famílias. Crianças e adolescentes do mundo inteiro sofreram com a reclusão, as mudanças na relação com a escola, o aumento do uso de telas e as perdas de familiares.

A nota de alerta apresenta estudos nacionais e internacionais que evidenciam aumentos significativos nos casos de depressão, ansiedade, sedentarismo e mudanças no comportamento de crianças e jovens. Segundo pesquisa realizada pela Fundação Maria Cecilia Souto Vidigal (FMCSV), por exemplo, durante a pandemia, 27% das crianças de 0 a 3 anos regrediram, voltando a ter comportamentos de quando eram mais novas, segundo a percepção dos pais. No período de suspensão das aulas, crianças na pré-escola, entre 4 e 5 anos, também apresentaram sinais de déficit no desenvolvimento da expressão oral e corporal.

Em relação aos adolescentes no Brasil, uma pesquisa realizada pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) sobre os impactos da pandemia nessa população apontou que 48,7% têm sentido preocupação, nervosismo ou mau humor, na maioria das vezes ou sempre.

CONHEÇA O PROJETO BOOMERANG: RESPEITO VAI, RESPEITO VOLTA CRIADO PÓS PANDEMIA  

Por outro lado, a nota traz, também, dados que mostram que as crianças que puderam brincar em áreas abertas e naturais – como ruas, praças e parques relataram vivências mais positivas, incluindo experiências escolares mais satisfatórias, maior bem-estar, mais atividade física, menos tempo de telas e menos estresse.
Diante desse cenário, a SBP reconhece como prioridade o direito ao brincar e ao convívio ao ar livre, e destaca a necessidade de possibilitar o acesso de todas as crianças, jovens e famílias a espaços naturais diversos e acolhedores, para a recuperação de sua saúde e bem-estar, bem como para o fortalecimento de vínculos e conexões sociais. 

A recomendação, nesse sentido, é aumentar o número de áreas verdes seguras e conservadas, e distribuí-las de forma mais equânime no território. De acordo com a nota de alerta, o acesso à natureza e ao convívio social do lado de fora, tomando todos os cuidados ainda necessários, sem aglomerações e sempre usando máscaras, ajudará a mitigar o longo impacto da pandemia na saúde e no bem-estar de uma geração de crianças e adolescentes. 
LEIA O DOCUMENTO NA ÍNTEGRA 

 

Fonte: criancaenatureza.org.br

  • Compartilhe esse post
  • Compartilhar no Facebook00
  • Compartilhar no Google Plus00
  • Compartilhar no Twitter

Olá, deixe seu comentário para Médicos recomendam natureza como estratégia para restaurar os prejuízos da pandemia

Enviando Comentário Fechar :/
Copyright © Escola Terra Brasil 2022. Todos od Direitos reservados.
Desenvolvido por Coral e Gigasystems